Director: Cónego Dr. Manuel Joaquim Geada Pinto

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Site-Quarta-Feira,24 de Dezembro de 2014

Deus fez-se um de nós!

Na palha dum estábulo, na noite de Belém, Deus, o nosso Deus, fez-se um de nós. Nasceu-nos um Salvador na cidade de David.

Nunca Deus se fizera tão próximo do seu povo. “Encontrareis um Menino recém-nascido, envolto em panos e deitado numa manjedoura”. Eis o sinal dado aos pastores convidados a porem-se a caminho-se do estábulo. Eis o sinal que é dado a cada um de nós, nesta noite!
O povo esperava um Salvador, esperava um rei, e é um menino, um bébé, um recém-nascido que vem salvá-lo! Uma vez mais, Deus nos desconcerta. Toma sempre o caminho dos pobres, dos pequeninos, para vir salvar a humanidade.
Porquê, então, termos medo de sermos pequeninos, simples e pobres? Porquê termos medo da nossa pobreza e da nossa pequenês? Elas são o lugar onde Deus nos marca encontro! Entalados entre a memória da nossa espera, os nossos velhos sonhos caducos e estéreis, e a realidade da esperança que nos é dada no coração da noite pelo nascimento do Menino-Deus, deixemo-nos surpreender por este Deus que se faz tão próximo do homem que tem rosto humano.
Como os pastores, precisamos mudar se queremos ver a Deus. Precisamos, constantemente, de ir à outra margem, atravessar a estrada das nossas íntimas contradições. Então poderemos entrar na grande alegria destinada a todo o povo: “Hoje nasceu-vos um Salvador, na cidade de David. É Ele o Messias, o Senhor”.  Deus é um de nós: é um Menino da nossa terra! Feliz Natal!

Enviar a Amigo
Imprimir
Favoritos
Homepage

Terça-Feira,19 de Setembro de 2017

Pesquisa

Capa da edição em papel

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Copyright © 2010 Amigo da Verdade
Powered by Peakit