Director: Cónego Dr. Manuel Joaquim Geada Pinto

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Site-Quarta-Feira,25 de Março de 2015

NO ADRO...

— Ora seja louvado e adorado Nosso Senhor Jesus Cristo! — Para sempre seja louvado, no Céu e na Terra, e Sua Mãe, Maria Santíssima!

 

— O compadre é capaz de me dizer porque toca hoje o sino?

— Para andar as cruzes! Tu não vês que estamos na Quaresma?

— Gostaria que o compadre me explicasse donde vem esse costume.

— Homem, andaste as cruzes, tanta vez, em pequeno, e não percebes a origem deste costume?

— Só me lembro de ir às cruzes, em garoto, pela mão de minha mãe, e de desatar a beijar o chão da igreja, de vez em quando.

— É porque nunca te deste ao trabalho de pensar! Andar as cruzes é fazer a Via-Sacra!

— Mas assim fico na mesma!

— A Via-Sacra é um piedoso exercício que muito boas almas fazem, às sextas-feiras, em memória dos passos de Nosso Senhor, a caminho do Calvário. Cá na nossa terra, na Quaresma, costuma fazer-se todos os dias. Aos Domingos, como hoje, faz-se de forma mais solene, porque vem o senhor padre que nos prega cada passo da Via-Sacra.

— Queria que me explicasse isso melhor!

— Há 2001 anos, foi a primeira Sexta-feita Santa. A Via Sacra recorda-nos precisamente essa Sexta-Feira em que Jesus foi condenado a morte e teve que levar a Cruz, aos ombros, a caminho do Calvário, para ser crucificado e derramar o Seu Sangue pelos nossos pecados. Andar as cruzes ou fazer a Via-Sacra é precisamente recordar esses passos dolorosos de Jesus, pela nossa Redenção.

— É assim como uma romagem de saudade!...

— Mais do que isso: é reviver a obra da Redenção, pois, se o pecado que levou Jesus à morte se actualiza, a todo o momento, em cada homem que prevarica, também a Paixão de Jesus se renova em cada pecado e para remédio dele. Meditar a Paixão e meditar a enormidade do pecado!

— Estou a compreender! E porque se andam tantas estações?

— Para recordar os passos de Jesus que ainda foram muitos mais do que as estações da Via-Sacra. A piedade cristã consagrou 14 estações ou passos, com a finalidade pedagógica de nos levar a pensar nos martírios do Senhor e a chorar os nossos pecados.

— Já agora, queria aprender as 14 estações!

— Na primeira estação, Jesus e condenado à morte: Pilatos, reconhecendo embora a inocência de Jesus, entrega-O aos judeus, para O crucificarem. Na segunda estação, Jesus toma a Cruz aos ombros, como um malfeitor, carrega o instrumento do Seu suplicio. Na terceira estação, Jesus cai pela primeira vez: a Cruz destroça as Suas forças e Ele tomba, extenuado. Na quarta estação, Jesus encontra Sua Mãe Santíssima: cumpriu-se a profecia de Simeão: “uma espada de dor trespassará a tua alma” Na quinta estação, Simão Cireneu ajuda Jesus a levar a Cruz: todos temos que partilhar a Cruz do Senhor. Na sexta estação, a Verónica enxuga a face de Jesus: nunca o respeito humano deve deter-nos na afirmação da nossa fé. Na sétima estação, Jesus cai pela segunda vez: a nossa reincidência no mal corresponde Jesus com a Sua reincidência em nos resgatar.

— Acho que era nas quedas que a gente beijava o chão!

— Na oitava estação, Jesus consola as filhas de Jerusalém: a quem chora os seus pecados, Jesus dá sempre o consolo do Seu perdão. Na nona estação, Jesus cai pela terceira vez: quanto custa chegar ao Calvário! Na décima estação, Jesus é despojado das Suas vestes: pobreza até na morte; nada fica ao Senhor, senão o madeiro. Na undécima estação, Jesus e pregado na Cruz: pés e mãos de Jesus são atravessados com duros cravos, para que o Senhor expie os nossos maus passos e os nossos maus gestos. Na duodécima estação, Jesus morre na Cruz: não há maior amor do que dar a vida por aquele que se ama. Na décima terceira estação, Jesus é descido da Cruz e entregue a Sua Mãe: Maria aceita-nos como filhos, junto à Cruz de Jesus, e torna-se corredentora com Ele. Na décima quarta estação, Jesus é colocado no sepulcro: consuma-se a obra da Redenção, mas o Seu sepulcro será glorioso.

— Olhe que o compadre fez-me chorar!

— O que importa é chorarmos os nossos pecados e é para isso que fazemos a Via-Sacra, meditando os passos de Jesus.

Enviar a Amigo
Imprimir
Favoritos
Homepage

Sexta-Feira,24 de Novembro de 2017

Pesquisa

Capa da edição em papel

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Copyright © 2010 Amigo da Verdade
Powered by Peakit