Director: Cónego Dr. Manuel Joaquim Geada Pinto

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Conversando-Quinta-Feira,12 de Julho de 2018

Conversa de compadres

Na rua..

— Ora seja louvado e adorado Nosso Senhor Jesus Cristo!

— Para sempre seja louvado no Céu e na Terra, e Sua Mãe, Maria Santíssima!

— Então, compadre, que fazes por aqui?!

— O que vê! Vim tomar o pequeno almoço e daqui vou para a praia. É servido?!

— Não, obrigado! Hoje é Domingo, tenho que ir à missa e quero comungar. Falta apenas meia hora!

— Eu, lá na terra, também costumo ir sempre à missa, mas aqui na praia não posso. A gente deita-se tarde; pela manhã, levanta não levanta, é uma trapalhada. A igreja quer-me parecer que está um bocado longe, de maneira que a maior parte dos Domingos não posso lá ir!

— Mas então tu não és católico?!

— Ora essa! Então não havia de ser?!

— Mas que caso fazes tu do preceito da Santa Madre Igreja que manda ouvir missa inteira aos domingos e festas de guarda, tanto na praia como fora dela?!

— Mas olhe que eu vou sempre receber as cinzas e, na Semana Santa, nunca falto à adoração da Cruz, e quando é das procissões pego à vara do pálio!

— Bonito! Eu falo-te em alhos e tu respondes bugalhos! Não se trata disso! Trata-se de ir à missa todos os Domingos!

— Mas eu já lhe disse que, às vezes, também vou!

— Mas não devia ser só às vezes!... O mandamento da Igreja diz «todos os domingos e festas de guarda». Outra coisa:

— Tens feito a tua comunhão pascal?!

— Isso já há bastante tempo que não!

— E julgas-te cumpridor!

— Mas sou respeitador. A minha mulher e os meus filhos nunca faltam à missa e comungam até frequentes vezes!

— Ora aí está! Tu fazes-me lembrar aqueles indivíduos que antigamente, quando lhes saía a sorte de irem para soldados, pagavam a alguém que fosse fazer o serviço militar por eles! Ora no cumprimento dos deveres religiosos isso não pode ser! Na Igreja Católica não há lugar para católicos honorários! Cada qual tem que responder por si e fazer pessoalmente a sua obrigação!...

— Mas olhe que eu também pago para a irmandade das almas...

— Meu caro amigo, não apresentes mais desculpas! Tu és, como tantos outros, um católico como aquilo que estás tomando: um católico de café com leite!

— Não percebo!

— Deus fez o café e o leite: nós é que fazemos a mistura!

— Lá isso é verdade!

— Ora os católicos como tu são católicos de café com leite, porque nem são bem católicos nem bem ateus, nem peixe nem carne, nem quentes nem frios, pertencem à categoria daqueles que Nosso Senhor disse que vomitava da Sua boca, porque não se entendia com eles, por serem tíbios. Portanto, compadre, toma o meu conselho: sê católico, mas a valer e em toda a parte! Um católico, hoje em dia, tem que ser assim: tem que ser apóstolo, tem que ajudar o seu pároco nas iniciativas paroquiais, tem que auxiliar, com o seu dinheiro, a imprensa católica, as coisas da Igreja, as casas de assistência, os Seminários, etc. isto além do cumprimento integral dos seus deveres. Quem assim não fizer é católico de meia tigela!

— Tem toda a razão, compadre! Essa garruça enterra

Enviar a Amigo
Imprimir
Favoritos
Homepage

Quarta-Feira,26 de Setembro de 2018

Pesquisa

Capa edição

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Copyright © 2010 Amigo da Verdade
Powered by Peakit