Director: Cónego Dr. Manuel Joaquim Geada Pinto

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Site-Sexta-Feira,23 de Dezembro de 2011

Natal: Deus nas mãos dos homens!

Os Evangelhos do Natal completam-se mutuamente relatando o mesmo acontecimento: a vinda de Deus na nossa carne...

...

A Missa da meia-noite traz-nos a proposta de Lucas que nos conta o nascimento de Jesus em Belém. Se os títulos de “Messias”, “Senhor”, “Salvador”, evocam a sua divindade, a cena incita-nos espontaneamente a olhar para a sua humanidade. Neste Menino, Deus revela-se vulnerável, frágil, entregue às mãos dos homens. Eis o que anula as nossas imagens de um Deus todo-poderoso e nos abre a uma outra percepção da nossa própria humanidade, descoberta bem mais preciosa que não deixa de nos interpelar para nos meter no caminho do Outro-Absoluto. Demoremo-nos a contemplar Aquele que Se revela em Belém, o “Deus antes dos séculos que Se faz Menino recém-nascido”.
A Missa da aurora revela-nos os pastores acordados pelo Anjo, para serem os primeiros adoradores do recém-nascido num estábulo, os primeiros a contemplar um ruflar de asas e a ouvir a sinfonia do coro angélico: “Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens que Ele ama”!
A Missa do dia propõe-nos o Prólogo de João que pode parecer mais difícil, mais abstracto. E, contudo, é ainda a incarnação do Filho, Deus nascido de Deus, que ele nos faz contemplar. Esse Filho chamado Verbo que nos revela a intimidade de Deus, o seu pensamento, a sua Palavra de salvação.
Se essas palavras evocam a “carne” do Filho que “armou a tenda da sua humanidade entre nós” — um habitat precário — o acento recai, antes de tudo, sobre a glória da sua divindade  e a sua vitória sobre as trevas. Somos assim protegidos da tentação de pôr tudo à nossa medida, perdendo-nos num sentimentalismo fácil.
O mistério do Verbo incarnado convida-nos a pôrmo-nos na presença do Deus inefável que, mesmo em Jesus, nos “ultrapassa” e permanece um mistério que só o amor nos permite pressentir como um dom, fonte de uma alegria e de uma luz sem ocaso.

Enviar a Amigo
Imprimir
Favoritos
Homepage

Sexta-Feira,24 de Novembro de 2017

Pesquisa

Capa da edição em papel

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Copyright © 2010 Amigo da Verdade
Powered by Peakit